O que é justiça?

Para essa pergunta há várias respostas, dependendo do aspecto a ser abordado. Mas quero tratar, sobretudo, da justiça como atributo divino, a qual possui semelhanças e diferenças em relação à justiça dos homens; sem esquecer, também, de abordar a justiça original do primeiro casal no Éden, e a loucura da justiça própria. O Senhor é o Deus da Justiça, pois ela está na base do seu trono (Sl 89.14). Ademais, um dos nomes de Deus é Jeová Tsidkenu: Senhor, Justiça Nossa (Jr 23.5,6).

A justiça de Deus

O assunto de hoje constitui-se da mais alta importância, pois a compreensão da justiça de Deus abrirá as portas para um íntimo relacionamento com o Criador: nada se baseia em méritos humanos, tudo vem de Deus. Veremos que a justiça própria não pode ser alegada perante Deus. A única solução para o homem é aceitar o Deus da Justiça (Jeová Tsidkenu) e ser defendido por Jesus, a graça que provém da cruz do Calvário, diante da justiça de Deus. Não podemos perder o senso divino de justiça!

Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que destinou; e disso deu a certeza a todos, ressuscitando-o dos mortos” (At 17.31).

Diferenças entre:

A justiça de Deus
1. Perfeita (Sl 19.7; Jó 37.23);
2. Tem sua fonte no Céu (Sl 119.89);
3. Perdoa e salva o pecador da perdição (Rm 2.7,10);
4. Recompensa as boas ações (Rm 2.6,7);
5. Eterna (Sl 119.142);
6. Aplicação no tempo de Deus (Rm 2.4);
7. Não há como escapar dela (Rm 2.3a)

A justiça dos homens
1. Falha (às vezes erra);
2. Tem sua fonte na Terra;
3. Não consegue transformar o transgressor, só puni-lo;
4. Não recompensa as boas ações, pois são deveres do homem;
5. Transitória (pode ser mudada);
6. Aplicação imediata (não se fala em longanimidade)

Semelhanças entre Justiça de Deus e Justiça dos Homens
1. Têm como objetivo o bem da humanidade (Rm 2.4b);
2. Não tem o culpado por inocente (Rm 2.6);
3. Exigem condições para excluir a culpa do transgressor (1Jo 1.7,9);
4. Toda transgressão deve ser penalizada (Rm 2.9);
5. O juiz deve conhecer profundamente a causa e ser imparcial no julgamento (Jr 11.20);
6. Condena o transgressor (Rm 2.8).

O Deus da justiça

A justiça de Deus é um atributo pelo qual o Senhor manifesta a sua santidade e a glória. Como a Bíblia diz que Deus é totalmente santo, e não há nada em Deus que tenha mácula, esse é o padrão que Ele exige de nós ( Sl 119.4). Assim, se agirmos de acordo com sua santidade receberemos a recompensa por nossos atos, seja salvação e vida, mas perdição e morte, se agirmos indignamente. Isso foi claramente explicado por Deus ao seu povo (Dt 30.19). Como Deus não muda, Ele sempre age da mesma forma, coerente com as exigências do seu caráter e da sua palavra.

Como foi observado, de nada, adianta desejar ser aceito por Deus pelos méritos dos atos de bondade praticados. Ser bondoso, sem dúvida, é importante, entretanto, as boas obras somente têm valor perante o Senhor se a pessoa estiver livre da santa ira de sua justiça, ou seja, salvo. É como um criminoso condenado querer se livrar da prisão por ter dado uma esmola. Nunca conseguirá desse jeito. O único escape para o homem é entregar a vida a Jesus e receber o livramento da salvação, pela justiça consumada na cruz do Calvário.



5 COMENTÁRIOS ❤

  1. Muito bom o seu texto!
    Muitas vezes queremos que a justiça de Deus seja exatamente como queremos e, por isso, acamos nos decepcionando com Ele :(

    Beijos
    www.colecionandoprimaveras.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem? Tudo na paz?
    Passando para conhecer seu espaço e já estou amando.
    Muito interessante seu post, bastante edificante. "O único escape para o homem é entregar a vida a Jesus e receber o livramento da salvação, pela justiça consumada na cruz do Calvário." Amei esse trecho. PARABÉNS PELO POST

    Um abraço e fica com Deus.

    http://embaixadoradedeus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nota 10! Tenho como um estudo, e ótimo!
    Tem uma canção do Paulo César Baruk que se encaixa perfeitamente com seu texto, o nome dela é Perdão.
    Escuta e depois me diz o que achou :)

    Blog Irmão Baiano

    www.irmaobaiano.com.br

    ResponderExcluir
  4. Lindas Palavras, parabéns!

    www.andreiapaula.com.br

    ResponderExcluir